Público-alvo

O público-alvo são os estabelecimentos de saúde do país.

A primeira necessidade contemplada para a interoperabilidade via RNDS foi o envio de resultados de exame de COVID-19, o que cabe somente a estabelecimentos de saúde específicos (apenas os laboratórios de análises clínicas). Ao longo do tempo, todos os estabelecimentos de saúde estarão integrados à RNDS. Por exemplo, quando o Sumário de Alta, Registro de Atendimento Clínico e outras informações forem contempladas, novos estabelecimentos serão incluídos.

O Guia está organizado por tipo de informação em saúde trocada com a RNDS.

Adicionalmente, estabelecimentos de saúde dependem de muitos profissionais para a realização de várias atividades. A interoperabilidade com a RNDS depende de novas responsabilidades atribuídas a tais estabelecimentos. Em consequência, torna-se necessário estabelecer claramente quais são as novas responsabilidades atribuídas aos estabelecimentos de saúde para a integração com a RNDS e, naturalmente, quem são os profissionais que as executam.

Apesar da informação em saúde variar, e com ela os estabelecimentos de saúde pertinentes, dois profissionais persistem, assim como suas atividades, para a integração com a RNDS: o gestor e o integrador.

atores

Last updated on