Integrador

O integrador é um desenvolvedor de software. Ele orienta e/ou executa ações necessárias para o desenvolvimento da solução tecnológica (conector) para a integração com a RNDS. Possivelmente é o responsável pela TI do estabelecimento de saúde.

Outras denominações: engenheiros de Software, programadores, desenvolvedores, técnicos de TI, técnicos de departamentos de informação em saúde, bem como coordenadores de setor de tecnologia das secretarias municipais de saúde.

A integração com a RNDS exige atribuições distribuídas entre dois papéis de um estabelecimento de saúde. Um é o integrador, o outro é o gestor.

img

As atribuições da TI, conforme ilustradas acima, incluem: (a) conhecer os serviços oferecidos; (b) desenvolver o software de integração; (c) homologá-lo e (d) colocá-lo em produção.

Conhecer os serviços

A ambientação com os serviços oferecidos pela RNDS é considerada imprescindível. Há várias formas para adquirir o conhecimento e a compreensão acerca dos serviços. A mais recomendada é interagir com eles, saber o que eles exigem como payload, headers e a saída esperada e código de retorno, dentre outros. Para tal, nada melhor do que seguir as orientações para interação com o ambiente de homologação.

Desenvolver

A proposta e desenvolvimento de um software de integração para um dado laboratório depende do contexto em questão, por exemplo, um estabelecimento que já faz uso de um sistema de informação, provavelmente irá considerar um projeto de manutenção (evolução) do sistema que já faz uso. De qualquer forma, invariavelmente, o software a ser produzido terá que realizar funções bem-definidas.

A execução satisfatória desta atribuição resulta em:

  • Software disponível para integração do estabelecimento de saúde com a RNDS.
  • Testes de integração com a RNDS.
  • Baseline formada pelo código produzido, testes, configuração, documentação e outros itens pertinentes devidamente identificados.

Homologar

O software produzido deverá ser experimentado no ambiente de homologação. Esta experimentação deverá gerar evidências de que se integra satisfatoriamente à RNDS.

A execução satisfatória desta atribuição resulta em:

  • Execução satisfatória dos testes de aceitação.
  • Registro dos resultados dos testes de aceitação.
  • Disponibilizar tais registros para o gestor. Isto é necessário para o gestor possa requisitar acesso ao ambiente de produção.

Colocar em produção

Algumas configurações são alteradas, como os endereços dos serviços do ambiente de produção.

A execução satisfatória desta atribuição resulta em:

  • Software produzido e configurado corretamente para acesso ao ambiente de produção.
  • Software interagindo com o ambiente de produção.
Last updated on